powered_by.png, 1 kB
VESTES PDF Imprimir e-mail
 
ANDAVA MUITO CANSADA,
 COMO OVELHA DESGARRADA,
 MOÍDA PELO VIVER,
 OLHAVA PARA A MINHA VIDA,
 SENTIA-ME OCA E DESPIDA,
 SEM FORÇAS PARA VENCER!

 OLHANDO DO ALTO CÉU,
 O SENHOR SE COMPADECEU,
 AO VER A MINHA NUDEZ,
 ARQUITECTOU UM PLANO,
 PARA DESFAZER O DANO,
 QUE O INIMIGO NOS FEZ!

 DESCEU A ESTE MERCADO
 E O PREÇO MAIS ELEVADO,
 PAGOU PARA AQUISIÇÃO,
 DEIXOU-SE CRUCIFICAR,
 MORRENDO NO MEU LUGAR,
 PARA ME DAR SALVAÇÃO!

 O TRAJE QUE OUTRORA, EU USAVA
 TÃO FEIO E IMUNDO ESTAVA,
 JESUS NA CRUZ O PREGOU,
 UM NOVO ALENTO ME DEU,
 PORQUE O TRAJE QUE ERA SEU,
 DE GRAÇA ME OFERTOU!

 DESPIU-ME DA IMPUREZA,
 VESTIU-ME COM REALEZA,
 NUM TRAJE FEITO DE AMOR,
 COBRIU-ME COM SUA GRAÇA,
 CINGIU-ME COM A COURAÇA,
 LIVROU-ME DE TODA A DOR!

 ESTE DEUS É CARIDOSO,
 É GRANDE E É GLORIOSO,
 É O DEUS QUE DÁ PERDÃO,
 COBRIU-ME COM SEU AMOR,
 VESTIU-ME UM TRAJE A RIGOR,
 COM AS VESTES DA SALVAÇÃO!

 MANUELA CAMPOS, 20-11-2011
 
© 2007 Igreja Evangélica em Algeriz